Atriz, Carla Diaz

CARLA DIAZ FAZ PREPARAÇÃO PARA MUSICAL

Carla Diaz, 24 anos, está dando expediente em mais um musical. O sexto da carreira da atriz, e seu primeiro musical adulto. Mas apesar da experiência, ela conta que enfrentou novos desafios para viver Danielly, sua personagem em “Estúpido Cupido”, em cartaz no Imperator, no Rio de Janeiro. Apesar de ser uma história que remete aos anos 60, tem momentos mais atuais, como os que a personagem de Carla vive.

Carla Diaz (Foto: Divulgação/Vinicius Mochizuki)

“Fiz aulas de stiletto (aulas de dança que combina hip hop jazz e que é feita sempre de salto alto) e funk. Minha personagem ama funk, e faço um solo de funk e mostro todos os quadradinhos e rebolados existentes. Estou dando uma de Anitta (risos)”, conta ela que, além das aulas, faz ainda musculação três vezes por semana e atividades aeróbicas diariamente. Toda esta preparação rendeu mudanças no corpo da atriz, que está exibindo um look mais sequinho e definido.

Carla Diaz (Foto: Divulgação/Vinicius Mochizuki)

“Senti que sequei e que estou definida por conta dessa preparação e também pelos ensaios diários do musical. Também ganhei mais resistência para aguentar 1h35min no palco toda sexta, sábado e domingo”, conta Carla, que, por causa do corpão adquirido recebeu convite para estrelar o catálogo de moda praia, cujas fotos ilustram esta matéria.

‘Nossa! Como ela cresceu!’
“Não tenho problema nenhum em mostrar o corpo em um trabalho. Tiro de letra, faz parte da minha profissão. O corpo de um ator é seu instrumento de trabalho, por isso, temos que nos cuidar sempre, para termos saúde e mostrar a nossa arte”, diz desencanada.

Carla também é desencanada quando o assunto é “ela cresceu”. A atriz, de 1,53m, faz piada tanto pela sua altura, quanto pela eterna surpresa das pessoas em acharem que ela é a eterna Khadija, da novela “O Clone”, e que fez sucesso com o bordão “Inshalá”.

“Acho que vou ter 90, 100 anos e ouvir ‘Nossa, como ela cresceu!’ (risos). Mas isso é porque comecei muito cedo, era um bebê de 2 anos e meio e o público já me via na telinha. Acho que as pessoas fixaram os primeiros personagens marcantes que fiz, coisa que não é tão comum, normalmente os artistas começam cedo mas não com personagens tão marcantes, como a Maria de Chiquititas, onde eu era a orfã mais nova da turma, e a Khadija, que tinha um texto maravilhoso e os famosos bordões ‘adoro ouro’ e ‘Inshalá’”, diz ela.

Carla Diaz (Foto: Divulgação/Vinicius Mochizuki)

Carla Diaz (Foto: Divulgação/Vinicius Mochizuki)

Eliane Santos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s